Foto:
Domingo, 31 de dezembro de 1899 - 00:00:00
Aumento do dólar faz "gigante do agronegócio" entrar em recuperação judicial em MT
Inadimplência
A defesa justificou que problemas em safras resultaram na crise

O juiz Cássio Luis Furim, da Comarca de Lucas do Rio Verde, concedeu a recuperação judicial pedida pela JLB Agronegócios Ltda. Com dívidas de R$ 52,7 milhões, a empresa que fornece sementes, fertilizantes e defensivos agrícolas para produtores da região, alegou que sofreu com a inadimplência, causada por problemas em safras passadas.

O pedido, feito pelo advogado Murilo Castro, também destacou que a empresa sofreu muito com a oscilação do dólar nos últimos anos. Segundo a defesa, “toda operação realizada pela empresa, seja na compra de matéria prima ou na revenda de produtos ligados a comercialização da mesma” gerou prejuízos.

A empresa também argumentou que em 2011 fez um grande investimento para expansão de sua sede, mas que no ano seguinte, “alguns clientes, entre eles os maiores, tiveram problemas em suas lavouras de plantação, no que desencadeou na inadimplência” de alguns deles. Por causa disso, segundo a defesa, a JLB não conseguiu honrar compromissos como pagamento de fornecedores e de empréstimos.

Entre os credores da JLB Agronegócios Ltda., o montante de R$ 148.275,09 mil é referente as dívidas trabalhistas. Somente para quatro credores, a empresa deve cerca de R$ 24 milhões (Sicredi Ouro Verde, Du Pont, Monsanto e Syngenta).

Destas dívidas, a maior delas é com a Syngenta Proteção de Cultivos Ltda, num montante de R$ 14,2 milhões. “O devedor permanecerá em recuperação judicial até que se cumpram todas as obrigações prevista no plano que se vencerem até 02 anos depois da concessão da recuperação judicial e que o descumprimento de qualquer obrigação prevista no plano acarretará a convolação da recuperação em falência”, pontuou o magistrado, em sua decisão.

Texto/Fonte: Folhamax