Foto:
Quarta, 25 de março de 2020 - 15:30:16
Deputado afirma que caos social fará mais vítimas que o vírus
GERAL
Silvio Fávero declarou concordar com o pronunciamento do presidente na noite de terça-feira

O deputado estadual Silvio Fávero (PSL) manifestou apoio ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que criticou o fechamento de escolas como forma de combater a pandemia do coronavírus, atacou governadores e culpou a imprensa pelo que considera clima de histeria instalado no País.

O parlamentar classificou como uma má interpretação as palavras do presidente. Fávero prevê que o caos social pandêmico provocará mais mortes por desnutrição, depressão e suicídios do que o próprio coronavírus provocará. Segundo ele, os carentes seriam os mais prejudicados.

“O presidente, de forma bastante verdadeira e objetiva, suplicou aos prefeitos e governadores que, pessoas que não fazem parte dos grupos de risco, devem voltar ao trabalho para o País não caia em uma condição de falência. E, para aqueles que pertencem ao grupo de risco (idosos, gestantes, pessoas com baixa imunidade, quimioterápicos, pressão alta, diabéticos, entre outros com condições pré-existentes), devem permanecer em isolamento social”, declarou o parlamentar por meio de nota.

Na avaliação do deputado estadual, defensor do presidente, o presidente em seu pronunciamento vislumbrou que o Brasil tem tudo para entrar em uma grande depressão econômica, onde o caos vai se instalar com o pânico e a histeria da população brasileira. 

“Alguns governantes estão fechando suas cidades, bloqueando a entrada até mesmo de comida e os covardes ainda tentarão jogar todo ônus para cima dele [Bolsonaro]. Os efeitos de uma grave crise econômica empresarial em massa serão muito mais graves que a própria doença e poderemos levar décadas para recuperamos o Brasil financeiramente”, analisou Silvio Fávero.

 

“É lógico que não tem como falar em pandemia sem relacionar ela com a política, e os críticos tentam induzir a população de que o presidente prioriza a economia em detrimento das pessoas, embora não temos como desvincular uma da outra. Posto isso, com toda sua forma peculiar de falar, direta e reta, mantenho o meu apoio incondicional às ações no gerenciamento da crise que o Governo Federal vem tomando”, pontou o parlamentar.

 

Confira pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro:

Texto/Fonte: BRUNO GARCIA