Foto: Portal sorriso
Quinta, 28 de novembro de 2019 - 08:58:32
Sorriso: homem que confessou estuprar mulher é denunciado por outra suposta vítima
POLÍCIA INVESTIGA
Dhemison Rodrigues de Oliveira está detido no Centro de Ressocialização

Dhemison Rodrigues de Oliveira, de 21 anos, que está detido no Centro de Ressocialização de Sorriso (CRS), após ter a prisão preventiva decretada pela Justiça pelo crime de estupro, foi denunciado por outra suposta vítima. 

Ontem, ele foi preso pela Polícia Militar e confessou que estuprou uma mulher, de 26 anos, no bairro Parque das Araras. A vítima fazia caminhada quando foi forçada a entrar no mato. 

Segundo o delegado Nilson Farias, responsável pelas investigações, após as imagens da prisão de Dhemison serem divulgadas na mídia, uma mulher foi à delegacia para informar que foi vítima de tentativa de estupro. 

Ela disse que em fevereiro deste ano um homem, com tatuagem semelhante a de Dhemison, com as características dele e em uma motocicleta vermelha, tentou estuprá-la. Hoje, segundo o delegado, ela será interrogada. 

Caso o crime de tentativa de estupro também seja confirmado, Dhemison deverá ter a pena aumentada. Em virtude da denúncia, o delegado suspeita que o acusado sofre de uma patologia sexual. 

"Vamos trabalhar agora com a hipótese de compulsão sexual. No interrogatório, ele demonstrou arrependimento, isso é característica de uma pessoa que tem compulsão, que pratica o ato e posteriormente se arrepende, mas esse desejo incessante é mais forte do que ele. Isso torna ele um risco à sociedade, pois quando ele tiver livre, mesmo que ele não queira, acaba praticando o ato e depois vem o arrependimento". 

O delegado ainda frisa que caso outras mulheres, caso tenham sido vítimas, devem ir à delegacia. "É importante que compareça para que ele tenha a pena aplicada de acordo com a sua conduta". 

Caso seja confirmada a tentativa de estupro, Dhemison será novamente interrogado para acréscimo de informações no inquérito policial. "Eu acredito em numa patologia, pois ele fala de uma forma muito natural com se aquele crime não tivesse tamanha gravidade, mas estamos falando de um crime horrendo de estupro enquanto ele utiliza a expressão 'ficar' com a vítima", destacou o delegado. 

Texto/Fonte: Portal Sorrisio