Foto: Arquivo Pessoal
Quinta, 28 de novembro de 2019 - 08:55:10
Sorriso: motorista que disparou contra engenheira no trânsito é denunciado pelo MPE
CRIMINAL
Consta na denúncia que acusado efetuou disparos de arma de fogo contra as vítimas

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 2ª Promotoria de Justiça Criminal da Comarca de Sorriso ofereceudenúncia contra Jackson Furlan pela prática dos crimes de homicídio qualificado, contra a engenheira agrônoma Júlia Barbosa de Souza, 28 anos, e tentativa de homicídio contra Vitor Giglio Brantis Fioravante. Os crimes ocorreram na madrugada do dia 9 de novembro, na Avenida Brasil, esquina com o Rodoanel Noroeste, no Bairro Vila Rimana.

Consta na denúncia que acusado efetuou disparos de arma de fogo contra as vítimas por sentir-se incomodado pelo fato do veículo em que elas estavam ter reduzido a velocidade, dificultando a sua passagem. A redução de velocidade, segundo o MPMT, ocorreu porque um terceiro carro estava interrompendo o fluxo da via.

“Ao notar que o veículo que estava em sua frente interrompeu o fluxo da via, Vitor reduziu sua velocidade, instante em que o indigitado Jackson passou a buzinar constantemente para Vitor. A princípio, Vitor, acreditando ser algum conhecido, continuou a aguardar o veículo de sua frente liberar o fluxo da avenida que percorria. Posteriormente, Vitor seguiu com seu veículo, ignorando o denunciado. Contudo, o increpado Jackson iniciou perseguição a Vitor e, a todo instante, buzinando e investindo em face do automóvel de Vitor”, descreveu o MPMT.

Durante a perseguição, a vítima, conforme o MPMT, efetuou uma conversão proibida na avenida para deixar o acusado passar. Mesmo assim, o denunciado continuou insistindo e acabou, em um determinado momento, obstruindo subitamente a pista, ocasião em que disparou na direção do rosto de Vitor, atingindo Júlia Barbosa de Souza, que estava ao seu lado.

“De acordo com o apurado através de perícia técnica realizada no local do crime e junto ao automóvel de Vitor, constatou-se que o disparo foi efetuado em direção ao condutor do veículo, Vitor, entretanto, por circunstância alheia a vontade do denunciado, Júlia foi alvejada fatalmente”, diz a denúncia do MPMT.

Texto/Fonte: Portal Sorriso - Redação