Foto: MT UOL
Terça, 13 de julho de 2021 - 09:11:22
‘Vai faltar milho para cumprir contrato’, diz presidente do sindicato rural de Sorriso
SORRISO

A colheita do milho segunda safra chegou a 35% da área total em Mato Grosso, segundo levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Conforme as máquinas avançam, a preocupação de muitos agricultores com o baixo desempenho das lavouras fica ainda maior.

Em Sorriso, município mato-grossense que plantou cerca de 400 mil hectares de milho nesta temporada, a apreensão é grande. Por lá, a colheita se aproxima de 50% da área plantada, de acordo com o sindicato rural local, que deve divulgar um balanço oficial até a próxima quarta-feira, 13. Os resultados obtidos até aqui colocam os agricultores em alerta.

“Os relatos que nos chegam são muito preocupantes. Estamos com produtividades entre 40% e 50% abaixo do ano passado. Na última safra, o pessoal falava em algumas médias acima de 130, 140, até 150 sacas de média nas lavouras. Este ano, temos gente falando aí de 80, 90, 100 sacas de média nos ‘melhores milhos’. Então, é muito preocupante. Estamos preocupados com os contratos futuros que foram feitos. Eu peço aos produtores que façam laudos técnicos, ata notarial, registrem com fotos e vídeos, para depois não ter problema na entrega dos contratos. A quebra está sendo muito grande na região, vai faltar milho para entregar aos contratos”, afirma Silvano Filipetto, presidente do Sindicato Rural de Sorriso.

Texto/Fonte: Canal Rural